5 super acertos: como se dar bem numa entrevista de emprego

Picture of Mark

Mark

2 de setembro de 2020

COMPARTILHE

Por que escrever um texto sobre como obter sucesso e se dar bem numa entrevista de emprego? Será que tudo já não foi falado? Nós garantimos que não ou, pelo menos, não é de conhecimento de grande parte das pessoas que vamos ajudar agora.

Depois do sucesso do nosso texto “5 erros que você precisa evitar na entrevista”, resolvemos que era hora de contar também 5 super dicas, 5 super acertos para você ter sucesso na hora H: como se dar bem numa entrevista de emprego.

Dessa forma, a pergunta principal a se fazer é: o que fazer diferente e melhor para se destacar na entrevista de emprego? Como apresentar suas qualidades, destacar suas habilidades e construir sinergia com recrutadores e headhunters? Como encantar?

Vamos começar?

1 – Criar rapport com o entrevistador

Rapport é uma palavra de origem francesa (rapporter),
que significa “criar uma relação”. O conceito de Rapport é originário
da psicologia, utilizado para designar a técnica de criar uma ligação de
empatia com outra pessoa, para que se comunique com menos resistência.

Por isso, o rapport com o entrevistador é fundamental para o bom andamento da entrevista. Como criar rapport? Conhecendo melhor o seu entrevistador. O Linkedin, por exemplo, é excelente fonte de informações. Levante dados como: quem é a pessoa, o que estudou, onde e por quanto tempo trabalhou em cada empresa, seu perfil profissional, o que diz a seu respeito, como interage com as pessoas, quem conhece (e pessoal talvez se puder olhar em outras mídias sociais como Instagram e Facebook). Além disso, verifique, por exemplo, quem recomenda/recomendou seu entrevistador no Linkedin de que grupos participa, que informações compartilha na rede, o que considera importante, o que e quando comenta um post.

Como criar o tal rapport? Você cria o rapport na hora que se identifica com o entrevistador. Vocês dois estudaram na mesma faculdade mesmo que em períodos distintos? Tiveram os mesmos professores? Trabalharam na mesma empresa? Conhecem pessoas em comum? Tem a mesma missão, visão e valores? Participam do mesmo grupo do Linkedin? Tem interesses em comum? Apoiam o mesmo projeto? Faz voluntariado?

Então, sim, essa identificação inicial é necessária. Você precisa mostrar que conhece mais a respeito do entrevistador. Isso te ajuda na interação durante a entrevista.

2 – Atenção à linguagem corporal na entrevista de emprego

O corpo fala. Certamente você já sabe disso. O que queremos trazer à tona é a importância da(s) postura(s) e a “dança da entrevista” para criar uma excelente primeira impressão.

Para começar, espere que o entrevistador o cumprimente. Esse ponto é bem simples, mas muita gente ansiosa ou acelerada não espera. Quando o entrevistador demonstrar que vai cumprimentar você, dê um aperto de mão firme (mas não forte demais). Recrutadores reclamam de mãos moles e sem energia.

E como você entra na sala? É normal que, quando você busca recolocação, exista uma certa insegurança, tristeza, talvez desânimo? Ok, concordamos, é normal, mas você vai deixar tudo isso guardado em casa. Recrutadores contratam pessoas que estão bem consigo mesmo e isto se percebe na leitura corporal.

Vamos explicar agora os pontos de linguagem corporal que fazem toda a diferença:

  • “Peito de pombo” – ombros para trás e peito para cima demonstram autoconfiança e é uma super técnica para mudar a energia na hora de entrar para a entrevista
  • Sorriso no rosto – entre sorrindo e feliz pela oportunidade. Sorrisos abrem caminhos.
  • Olhos nos olhos – olhar nos olhos significa interesse em interagir.

3. Use a técnica STAR para contar sua história

STAR é um método para você responder perguntas de entrevistas de emprego de uma maneira clara, estruturada e que acaba sendo perfeito para você utilizar em entrevistas de perguntas comportamentais. O acrônimo STAR vem do inglês e faz referência a Situation (Situação), Task (Tarefa), Action (Ação) e Result (Resultados).

Então, na prática, o STAR nada mais é que uma referência de como você deve estruturar suas respostas em uma entrevista de trabalho. Ou seja, funciona quase como uma linha de raciocínio que você deve seguir para contar sua história.

4. Use palavras positivas

Parece óbvio, mas não é. Pode acreditar em nós. Sabe o que os recrutadores mais odeiam? A palavra recolocação dita a todo momento. Esse é um dos muitos exemplos de vocabulário proibido ou não indicado durante a entrevista.

Agora, vamos ao minidicionário de palavras ou expressões que criamos para você dar mais ênfase ao seu trabalho e a sua entrevista.

Use e abuse de desafios e desafiador

Ao invés de recolocação, explique por exemplo, que está em busca de desafios, de boas oportunidades que o façam crescer na carreira. É muito mais contagiante e elegante do que recolocação. Evite a palavra difícil e dificuldade e substitua por desafiador e desafio – essas palavras abrem mais possibilidades e “pesam” menos do que a palavra difícil e seus derivados.

Elimine a palavra tentar nas sua entrevistas de emprego

Tentar é verbo ligado diretamente a uma possibilidade de fracasso, de não concretização e não faz falta nenhuma à frase, muito pelo contrário: enfraquece o que você tem a dizer. Vejamos um exemplo: se alguém te disser que vai tentar comparecer a sua festa, a pessoa realmente vai? Se alguém disser que tentou te ligar, será que ligou? Ou ligou e desistiu? E, se durante a entrevista, você disser que tentou aprender inglês, tentou encontrar uma solução, não estaria implícito aí uma possibilidade de fracasso, de derrota?

Utilize verbos que demonstrem responsabilidade 

Inclua no seu vocabulário de entrevista verbos que são ligados à responsabilidade que assumiu dentro da empresa, como por exemplo: assumir, aumentar, buscar resultados, focar, coordenar, cumprir, estruturar, responsabilizar-se, realizar, trabalhar em equipe, cooperar, transformar.

Inclua verbos de liderança 

Para demonstrar sua postura de verdadeiro líder, inclua verbos que confiram força ao seu vocabulário. Verbos como liderar, inicializar, construir, estruturar, direcionar, inovar, colaborar, negociar, supervisionar, solucionar, propor,

Conheça palavras e jargões em inglês

Palavras que estão em alta mesmo na entrevista em português: deliverables (o que você entrega), storytelling (a sua contação de histórias), good fit (I’m a good fit – sou o perfil da vaga), a palavra rapport que explicamos no primeiro ponto e team building (formação de equipes). Usar uma ou mais palavras como essas demonstram que você está atualizado com práticas modernas.

5. Dê ênfase em pontos principais ao buscar um emprego

O que sempre recomendamos é: fale de números que impressionam. E, na hora de falar o número, respire, dê uma pausa e aí, com ênfase, mencione o número ou o resultado.

Da mesma forma que reconhecimento, prêmios também merecem destaque. Pare, respire e fale calmamente o nome do prêmio, o motivo de ganhar o prêmio e resultado alcançado.

Não recebeu prêmios, nem tem nenhum resultado numérico para apresentar? Comente sobre um elogio que recebeu de um colega, de um cliente, de um fornecedor. Dê pausa e enfatize o que vai contar.

Se você puder aplicar todas essas técnicas e super dicas na sua entrevista de emprego, tenha certeza de que será lembrado e, muito provavelmente, incluído nas próximas fases da seleção.

Por fim, desejamos a você uma excelente leitura e acima de tudo, sucesso. Nosso objetivo é ver você brilhar e superar todos os seus desafios.

No que precisar, Fale com o Fala. Conte conosco!

Liderança feminina: a importância das mulheres em cargos de liderança

Team building: conceitos e como aplicar na sua empresa

Ações para sua empresa realizar no outubro rosa e novembro azul

Como utilizar o LinkedIn para impulsionar suas Vendas?

Transforme inteligência emocional em inteligência relacional

Como criar uma cultura de elogio e gratidão na sua empresa?