Capas_artigos_Linkedin_(1) (3)

7 desafios de RH em 2023

Picture of Fala Company

Fala Company

24 de julho de 2023

COMPARTILHE

Quais são os desafios do RH em 2023? Com a constante evolução do mundo e dos negócios, o RH também precisa se atualizar e buscar novos caminhos.

Há uma série de questões complexas surgidas para área de RH durante a pandemia a serem
superados, desde a gestão remota de equipes até a atração e retenção de talentos
em um mercado altamente competitivo, passando por D&I, necessidade de mentoria
interna e engajamento, só para exemplificar.

Então, para contribuir nesse contexto, elencamos 7 desafios do RH e ideias do trabalho
que realizamos internamente na Fala Company para o RH. Daqui para frente, tudo
pode ser diferente, depende realmente do esforço comum para transformar e do RH
para inspirar os colaboradores e líderes.

Modelos de trabalho flexíveis

Devido à experiência de trabalho remoto durante a pandemia, muitos colaboradores
desejam a flexibilidade de trabalhar em casa quando quiserem e escolhem a
empresa para trabalhar a partir dessa flexibilização. Além disso, algumas empresas estão até
criando posições focadas em home office com algumas “pitadas” de presencial, como o que fazemos na Fala Company por exemplo. Dessa forma, damos liberdade
aos Falantes – colaboradores da Fala – permitindo que organizem sua agenda e seu
trabalho como foco nas entregas

E, sempre que há um encontro presencial, torne memorável o momento em que
estão juntos e valorize a equipe.

Mobilidade Interna de Talentos com o RH

O conhecido Job Rotation ainda é pouco praticado no Brasil. A mobilidade de
talentos na empresa ajuda a otimizar, desenvolver e reter recursos humanos em
uma escala nunca antes vista. A mobilidade de talentos não apenas é uma
ferramenta de desenvolvimento de novas habilidades, mas também aumenta o
envolvimento do time e traz à tona talentos ocultos.

Treinamento de líderes com resultados mensuráveis

Líderes ainda precisam aprender como gerenciar de diversas formas inclusive à
distância. E não só gerenciar: interagir, acompanhar, verificar, conduzir
independentemente do local de trabalho – no escritório ou em casa. A pesquisa da
Gallup demonstrou que, quando os gerentes entendem a importância de sua
presença e conversas significativas com seus colaboradores, eles aumentam o
envolvimento do time e a produtividade substancialmente. Dessa forma, treinar líderes com
resultados mensuráveis e claros é um dos maiores desafios dos RHs.

RH e a Agilidade Organizacional

A pandemia de Covid-19 trouxe à tona a necessidade de as empresas criarem
agilidade para dinamizar sua organização rapidamente para atender aos requisitos
de negócios em constante mudança. Assim, as empresas que tiveram a capacidade de
transferir talentos para seus desafios de negócios mais urgentes saíram na frente.
Desenvolver novas estratégias para otimizar o uso de talentos possibilita uma
organização mais responsiva e atraente para talentos no mercado.

Empresas com propósitos reais

Cada vez mais, as pessoas querem trabalhar para uma empresa que tenha
propósito e colaboradores buscam também valores alinhados com os seus, porque
assim acreditam no que a empresa representa. Deixar claro missão, visão e valores e trabalhar o propósito e pilares essenciais vai ajudar na atração e retenção de
talentos.

Desafios de saúde mental

Os anos de pandemia trouxeram como resultado pessoas trabalhando um número
excessivo de horas. As consequências são níveis sem precedentes de esgotamento
no local de trabalho, bem como um grande aumento da depressão e da ansiedade.
Esses problemas equivalem a US$ 1 trilhão de dólares em perda de produtividade,
de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Precisamos reforçar a necessidade de pausa, férias, folgas. Além, claro, de
incentivar momentos de lazer dentro do próprio dia a dia do trabalho. Também é
imprescindível fornecer suporte para problemas de estresse e saúde mental que
impedem o bem-estar e, portanto, a produtividade.

Diversidade, equidade e inclusão (e pertencimento!)

A diversidade, a equidade e a inclusão são temas essenciais para qualquer
empresa. Hoje em dia, é mais do que apenas marketing: o conceito de
pertencimento precisa ser pauta ativa, valorizar o diferente, trazer para a discussão
políticas que realmente orientem uma empresa mais diversa e inclusiva. Por isso, é importante saber Como tem trabalhado o assunto na sua empresa? Há movimentos tangíveis e claros para atrair
talentos diversos? Há treinamento para toda a equipe para entender a importância
de D&I?

Dessa forma, uma cultura inclusiva e acolhedora leva também em consideração a abordagem de
questões de preconceito, assédio e discriminação no local de trabalho. É preciso
implementar políticas e práticas que promovam claramente a diversidade, como
programas de treinamento e palestras e recrutamento.

Na Fala Company, a nossa consciência de D&I começa no recrutamento com metas
para equiparar o número de brancos e negros, mulheres na liderança, etc.

É o que sempre dizemos internamente: não basta falar de Liderança, D&I nas
empresas, temos que trabalhar internamente essas questões de forma integrada.

Essa é o nosso compromisso.

Por isso, se quiser saber mais a respeito, fale com a Fala. Nossos especialistas de
treinamentos estão prontos e preparados para contribuir com você e sua empresa.

Vamos juntos rumo ao sucesso!

Liderança feminina: a importância das mulheres em cargos de liderança

Team building: conceitos e como aplicar na sua empresa

Ações para sua empresa realizar no outubro rosa e novembro azul

Como utilizar o LinkedIn para impulsionar suas Vendas?

Transforme inteligência emocional em inteligência relacional

Como criar uma cultura de elogio e gratidão na sua empresa?